Voltar para página inicial
Voltar para página inicial  

Quem somos Workshops

Contato
Contato

É Domingo no parque Burle Marx

-------------------------------

Laboratório
de Aquarela

-------------------------------

Coaching e Oratória / Técnica de Oratória do Mutirão Cultural da UBE




Pintar----

Chaveiro São Franscisco----


Untitled Document

 

Português

Inglês


UNIVERSO DA AQUARELA
Reflexões sobre a aquarela -  2017

A aquarela é uma modalidade de pintura, que exige de quem a pratica, conhecimento da técnica, planejamento, estratégia, observação, dedicação e cuidados na preservação.

É apreciada devido à característica especial da tinta que possibilita transparência, pois é diluída em água e como se preserva o branco do papel permite à pintura, efeitos de brilho e luz muito bonitos e exclusivos.

A aquarela data de 3.000 AC, quando o homem utilizou pigmentos originados da terra e os orgânicos e minerais misturados com água, para registrar nas cavernas onde morava, o seu cotidiano, tais pinturas foram descobertas pelos arqueólogos em “Altamira” e conservados até hoje.

Por volta de 1489/90, Idade Média, temos notícia de que Albrecht Dürer fez desenhos aquarelados e realizou as primeiras pinturas utilizando aguadas. Em 1512 executou com olhar de biólogo, uma asa de pássaro sobre pergaminho, utilizando aquarela e guache e que serviu de modelo para as asas das figuras de anjo.

A aquarela foi muito usada no período dos descobrimentos, quando os viajantes retratavam o litoral, facilitando dessa forma o seu reconhecimento. Os tenentes da Marinha Britânica tinham aulas de desenho e aquarela para conseguirem reproduzir de maneira fiel, os locais por onde passavam e cujos trabalhos eram usados estrategicamente na cartografia e topografia. Até hoje o Príncipe Charles em visita às suas terras, leva o seu material de aquarela para fazer seus registros.

No século XIX, os viajantes pintaram a costa brasileira, com suas enseadas, ilhas e mata atlântica e cujas obras são de um valor histórico e artístico inestimável, e compõem interessantes registros do litoral, matas, grupos indígenas, fauna e flora do interior do país. Nas expedições científicas, os desenhistas reproduziam tudo o que era mais importante e especial e para isso utilizavam lápis, nanquim e aquarela, pois é um material fácil de ser transportado e manuseado. Dentre os artistas desse século podemos citar Turner, Constable, Girtin, Cezane, Sargent, entre outros.

No século XX podemos citar Emil Nolde, Holmer, Hopper, Kandinsky, Paul Klee e muitos outros. No Brasil, com a fundação da Academia Imperial de Belas Artes, os jovens estudantes passaram a fazer com aquarela as suas anotações ou esboços, que eram estudos rápidos para um futuro trabalho.

Dentre os artistas que retrataram cenas brasileiras, podemos citar: Henrique Bernardelli, Rugendas, Hildebrand, Alfredo Norfini, Debré, Oscar Pereira da Silva, Benedito Calixto, José Marques Campão, Antonio Rocco, Filisberto Ranzini, Caetano de Genaro, Paulo Rossi Osir. Houve também a contribuição dos imigrantes japoneses e descendentes Takahashi Takaoka, Massao Okinaka, Jorge Mori.

A aquarela contemporânea vem se desenvolvendo de forma progressiva devido aos esforços constantes de artistas que lutam para que a técnica se sobressaia no âmbito das artes. A importância dessa técnica tem demonstrado que tudo o que está sendo feito em prol de seu reconhecimento, não é em vão.

Em 2006 nasceu o Universo da Aquarela. Um projeto que já está em seu 10º ano de atividade, sempre sob a coordenadoria das aquarelistas Regina Y. Komatsu, Marilu F. Queiroz e Valdeli Ribeiro, que trabalham com muita seriedade e idealismo desde 2005, no projeto “Aquarela no Parque Burle Marx”.

O objetivo: divulgar e promover a técnica da aquarela e dar apoio profissional aos artistas seguidores tornando essa modalidade de pintura acessível ao grande público interessado, carente de informações certas, que visam esclarecer a forma correta de reconhecer e apreciar essa técnica tão sutil, que exige do artista muita dedicação, observação e paciência na execução.

Público alvo: Aquarelistas iniciantes e emergentes, artistas que trabalham com outras técnicas da pintura, educadores, psicólogos, colecionadores de arte, e aos que pretendem trabalhar como crítico de arte, curadores, apreciadores da aquarela e das artes, professores do ensino da pré-escola e do fundamental, com o intuito de desenvolver atividades que englobam resgate das referências, educação básica da formação do indivíduo: disciplina, paciência, moral, ética, sensibilidade, o olhar, a questão motora, responsabilidade e pintura consciente, compromisso, cidadania, respeito pela ecologia e natureza.

O Universo da Aquarela, luta pela volta da educação artística consciente com orientação aos professores (agentes multiplicadores) do ensino e educação na pré-escola e fundamental, formação do indivíduo, baseada na pedagogia de Rudof Steiner (matéria, que expusemos em palestra na Câmara Municipal, no Ato Solene da promulgação da Lei 14.076, proposta pelo Vereador Aurélio Nomura, que inseriu o Dia Mundial da Aquarela (detalhes na página inicial do site), no Calendário Oficial do Município de São Paulo - 25/10/2005), a ser comemorada todo dia 23 de novembro. Foi instituída no dia 02/08/2013 a Semana da Aquarela, Lei Municipal publicado, PÁG 105 PROJETO DE LEI 01-00476/2013 do Vereador Aurélio Nomura "Altera a Lei nº 14.485, de 19 de julho de 2007, que consolidou a legislação municipal referente a datas comemorativas, eventos e feriados do Município de São Paulo, para incluir o Universo da Aquarela, realizado anualmente na segunda quinzena do mês de novembro, e dá outras providências.

O sonho do Vereador Aurelio Nomura :“criar uma Mont Martre na cidade de São Paulo”

Isso tudo busca resgatar os valores básicos como respeito, moral, ética, consciência da cidadania, compromisso, responsabilidade em especial para a nova geração, diminuindo a violência, a destruição da natureza e o vandalismo. Outro fator que abordamos no projeto Universo da Aquarela é a questão da Qualidade de Vida aos trabalhadores nas Empresas, que visa aumentar o rendimento e produtividade, procuramos sensibilizar os Empresários para adotar programas para minimizar o stress no ambiente de trabalho, e introduzir a prática da arte.

Quanto aos aquarelistas, sugerimos um novo caminho, uma nova visão da técnica da aquarela, adotamos a Consultoria de arte para auxiliar os artistas emergentes. Oferecemos orientações artísticas ao público não acostumado com as técnicas, noções importantes para apreciar e saber escolher uma obra de arte quando quiser adquiri-la. Apoiamos e indicamos para os artistas e o público em geral, desde 2010, o Mutirão “Técnica da Oratória” (sábados) e Coaching e Oratória (sextas-feiras) para aprimorar e melhorar a dinâmica da comunicação na Associação Comercial d-centro 11-3180-3581.

Nossa principal meta é devolver sem segredos, à sociedade, o que adquirimos por meio da nossa formação e cultura. Estamos preocupadas com o que está acontecendo, não só no meio ambiente, mas em todos os seguimentos da sociedade, pelo descaso na educação de base e cultura. O nosso trabalho de cidadã consciente é utilizar a nossa especialidade que é a aquarela, como forma indireta e sutil para aprimorar o indivíduo como um todo.